Adicionar Favoritos
 
 
voltar
Ligadura Elástica das Hemorróidas

É o método mais utilizado para o tratamento das hemorróidas internas sintomáticas (sangramento anal, prolapso pelo ânus e dor/desconforto anorretal). É muito simples, seguro e de baixo custo.
É o tratamento atual de eleição para hemorróidas de 1° e 2º grau, que, com o seu advento, só são operadas em 20% dos casos.



Consta de um aparelho aplicador de anéis de borracha introduzido pelo ânus por dentro do anoscópio, previamente lubrificado e inserido no ânus, que aspira a hemorróida para dentro dele, e permite colocar em sua base o anel elástico, cortando a circulação de sangue e provocando a sua necrose e posterior queda depois de 5-7 dias.

São ligadas 2 a 3 hemorróidas por vez (cada hemorróida ligada corresponde a uma sessão, portanto em cada aplicação realizam-se 2 a 3 sessões), sendo necessárias 2 a 3 aplicações com intervalo de 3 a 4 semanas, tempo necessário para a cicatrização completa. Permite controlar os sintomas na maioria dos pacientes.

O que são hemorróidas?
Correspondem as veias canal anal e reto. Existem em maior ou menor grau em todas as pessoas, sendo a maioria assintomática. A tendência atual, em Coloproctologia, é a de considerar como portadores da Doença Hemorroidária as pessoas em que a dilatação varicosa destas veias é o suficiente para provocar algum sintoma.
As hemorróidas se formam com a congestão e a hipertrofia progressivas das veias hemrroidárias. O esforço evacuatório promove a congestão das veias hemorroidárias, que rapidamente se esvaziam após a passagem das fezes. Como conseqüência da constipação intestinal, o esforço prolongado para a defecação mantém estas veias para fora do ânus, agravando e acelerando o desenvolvimento das hemorróidas; também ocorre durante a gravidez e nos halterofilistas pelo aumento da pressão intra-abdominal. A hereditariedade é um fator importante na gênese das hemorróidas, sendo comum observar o relato de vários casos em uma mesma família.

Classificação das hemorróidas:


Internas - estão localizadas dentro do canal anal e são revestidas por mucosa.
Externas - estão localizadas fora do canal anal e são revestidas pela pele.
Mistas- associação das internas e externas.

Recomendações:

•    Você pode comer antes do procedimento.
•    É necessário limpar o reto antes do procedimento usando o Fleet Enema.
•    Não use antes e depois do procedimento Aspirina, AAS e qualquer anticoagulante.

O QUE VOCÊ PODE APRESENTAR APÓS O PROCEDIMENTO:

A resposta e tolerância ao procedimento são individuais, enquanto umas pessoas voltam a atividades regulares quase imediatamente outras podem necessitar de 1 a 2 dias de repouso domiciliar.

Dor anal: tipo aperto, ou mesmo apenas um desconforto (vontade para evacuar), de curta duração (24 a 36 hs), e melhora com uso dos analgésicos prescritos. Dor severa é incomum e precisa ser comunicada por estar associado à infecção.

Sangramento anal: geralmente de pequeno volume e ocorre junto às evacuações. São raros os sangramentos intensos que necessitam de hospitalização e cirurgia para a resolução.

Infecção local: complicação rara e caracterizada pela febre, dor anal intensa, latejante e contínua; geralmente acompanhada da dificuldade para urinar, mas na sua maioria, responde rapidamente ao uso de antibióticos e raramente evolui.

Retorno dos sintomas das hemorróidas: deve-se ao aparecimento de novas hemorróidas, as quais são, na sua maioria, facilmente religadas.

REFERÊNCIAS:

Disponível em:  http://derival.santos.vilabol.uol.com.br/colonoscopia.htm
Acesso em: 26 abr. 2010, 12:12.

 
 
 
Prezado cliente, com a finalidade de que haja um aperfeiçoamento contínuo de nossos serviços, garantindo assim a sua satisfação, colabore conosco preenchendo este questionário, pois a sua sugestão é muito importante para nós.

» Saiba mais

 
 
Pré-agendamento
 
7 dicas de alimentação para aproveitar a Micareta

O carnaval já passou, mas a micareta de Feira de Santana (BA) só está começando. E, para manter a energia e a saúde durante toda a folia, é preciso cuidar da alimentação.

» Leia mais

 
Ministério da Saúde esclarece: não existe vírus H2N3 no Brasil, é fake news!

Áudio que circula nas redes sociais e aplicativos de smartphones propaga informações inverídicas. O Brasil possui uma rede de unidades sentinelas para vigilância da influenza em todos os estados.

» Leia mais

 
 
 
Localização Avenida Getúlio Vargas, 854 e 844 – Ed. Meddi e Ed. Medical Service – 5º andar. 
Telefones: (75) 3603-5800 - E-mail: orientacaoidad@gmail.com
Tacitus Tecnologia
Todos os direitos reservados © 2018 - IDAD
Home      Histórico      Missão      Infraestrutura      Serviços      Especialidades      Preparos      Equipe      Convênios      Parcerias      Curriculum Vitae      Eventos      Fale Conosco
Equipe Preparos Eventos