Adicionar Favoritos
 
 
voltar
3 dicas para amenizar os sintomas da Gastrite Nervosa
06/03/2018

As gastrites são inflamações no revestimento do estômago, que atingem grande parcela da população brasileira e que podem ter causas e durações variadas.
 
Uma de suas manifestações mais comuns é a gastrite nervosa, que apresenta diversos sintomas semelhantes a forma tradicional da doença, como por exemplo, azia, dor aguda repentina, dificuldade de digestão e sensação de estufamento, mas normalmente está relacionada a fatores emocionais, como estresse e ansiedade. 
 
O tratamento da gastrite nervosa pode ser medicamentoso e/ou baseado na adoção de comportamentos saudáveis pelo paciente.
 
Contudo, os sintomas dessa doença podem ser amenizados por meio de algumas mudanças de hábito que devem ser seguidas à risca, como:
 
1. Controlar o estresse e a ansiedade:
 
Como a gastrite nervosa tem origem em questões emocionais, é importante entender o que está causando a desordem emocional. Ou seja, é preciso perceber qual o motivo e o gatilho do estresse, da ansiedade e da irritação.
 
Sendo assim, é importante adotar hábitos como:
 
  • Consultar um psicólogo e fazer terapia constantemente.
  • Fazer exercícios físicos, pois a atividade física ajuda a reduzir o estresse e a irritabilidade.
  • Ter um tempo reservado para o lazer ou para praticar algum hobby ou atividade do seu agrado.
 
2. Mudar a alimentação:
 
Ainda que a causa da gastrite nervosa esteja intimamente ligada a questões psicológicas, uma má alimentação pode agravar os sintomas.
 
Por isso, é importante manter uma alimentação saudável
 
Como fazer isso? 
 
  • Aumentando o consumo de frutas - exceto as cítricas -, legumes e hortaliças.
  • Optando por alimentos integrais.
  • Evitando alimentos ricos em gordura, frituras comidas industrializadas e embutidos.
  • Fujindo das bebidas gaseificadas, alcóolicas e da cafeína.
  • Bebendo água regularmente. 
 
Além disso, algumas práticas também devem ser adotadas durante a refeição, como por exemplo:
 
  • Evitar deitar após as refeições.
  • Evitar beber líquidos enquanto come.
  • Comer devagar e mastigar bem.
 
3. Não usar medicamentos indiscriminadamente:
 
Um outro fator agravamente da gastrite nervosa é a automedicação. Pois existem alguns medicamentos, como os anti-inflamatórios, que, após o uso prolongado, frequente e indiscriminado, podem comprometer o escudo natural do estômago, tornando o órgão mais suscetível à ação da acidez do suco gástrico.
 
Gostou das nossas dicas? Coloque-as em prática! 
 
Mas não se esqueça: o médico é seu aliado, visite-o! 


 
Leia também:
 
 
 
 
Prezado cliente, com a finalidade de que haja um aperfeiçoamento contínuo de nossos serviços, garantindo assim a sua satisfação, colabore conosco preenchendo este questionário, pois a sua sugestão é muito importante para nós.

» Saiba mais

 
 
Pré-agendamento
 
Cuidados para garantir a alegria nas festas juninas

Fogueiras, fogos e fumaça podem causar danos à pele, aos olhos e às vias respiratórias.

» Leia mais

 
12 importantes fontes de vitamina E

Ter uma dieta eficiente em vitamina E é importante para a sua saúde, pois esse nutriente traz diversos benefícios.

» Leia mais

 
 
 
Localização Avenida Getúlio Vargas, 854 e 844 – Ed. Meddi e Ed. Medical Service – 5º andar. 
Telefones: (75) 3603-5800 - E-mail: orientacaoidad@gmail.com
Tacitus Tecnologia
Todos os direitos reservados © 2018 - IDAD
Home      Histórico      Missão      Infraestrutura      Serviços      Especialidades      Preparos      Equipe      Convênios      Parcerias      Curriculum Vitae      Eventos      Fale Conosco
Equipe Preparos Eventos