Adicionar Favoritos
 
 
voltar
Termômetro de mercúrio será proibido em 2019: saiba motivo e o que fazer
23/10/2018

A fabricação, importação e comercialização de medidores de pressão arterial e termômetros de mercúrio deve ser suspensa a partir de janeiro de 2019, conforme resolução da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) publicada em março de 2017.
 
Embora a decisão seja antiga, a proximidade do prazo da proibição gera dúvidas quanto a o que fazer com tais objetos em casa e quais substitutos optar. Esclarecemos estas e outras questões a seguir:
 
Proibição do termômetro de mercúrio:
 
As medidas aprovadas para retirar do mercado materiais que utilizam mercúrio se deram devido ao perigo da exposição, especialmente para crianças, visto que pode afetar diversos órgãos, como cérebro, coração, rins e pulmões. Dados do Ministério do Meio Ambiente revelam que o contato por algumas horas com apenas 1,2 miligramas deste metal líquido é capaz de causar bronquite e fibrose pulmonar.
 
Inclusive, o Brasil e mais 140 países assinaram em 2013 a Convenção de Minamata, que é um tratado global que visa proteger a população e o ambiente dos efeitos do mercúrio.
 
A decisão da Anvisa também define como o descarte de produtos com mercúrio deve ser feito.
 
Como substituir?
 
Há diversas opções para substituir os termômetros e medidores de pressão com mercúrio, como as versões digitais.
 
O que fazer com os termômetros de mercúrio?
 
Se você tem medidores de pressão ou termômetros de mercúrio em casa fique atento aos cuidados e  ao modo correto de descarte. Caso o produto esteja íntegro, entre em contato com o serviço de limpeza do município ou com um órgão ambiental para saber onde descartá-lo.
 
No caso de quebra dos equipamentos com este metal tóxico, os cuidados são outros:
 
  • Não deixe crianças brincar com o metal, que geralmente fica em formato de bolinhas.
  • Use máscara cirúrgica e luva de borracha e recolha o material usando um papel, uma seringa sem agulha ou uma fita adesiva.
  • Nunca use aspiradores de pó ou vassouras para recolher o material, pois elas podem fazê-lo evaporar.
  • Limpe o local em que o mercúrio caiu com um pano com desinfetante e descarte este tecido em seguida.
  • Depois, coloque a substância recolhida em um pote de plástico resistente e com fechamento hermético. Caso o mercúrio seja líquido, encha o pote com água antes de vedá-lo.
  • Na parte de fora do pote, cole uma etiqueta com a frase “Resíduos tóxicos contendo mercúrio”.
  • Coloque o recipiente em uma sacola e amarre.
  • Por fim, entre em contato com o serviço de limpeza do município ou com um órgão ambiental para saber o local de descarte mais próximo.
 
Fonte: Ativo Saúde


 
Leia também:
 
 
 
 
Prezado cliente, com a finalidade de que haja um aperfeiçoamento contínuo de nossos serviços, garantindo assim a sua satisfação, colabore conosco preenchendo este questionário, pois a sua sugestão é muito importante para nós.

» Saiba mais

 
 
Pré-agendamento
 
Pimentão: propriedades, benefícios e contraindicações

Bastante cheiroso e saboroso, o pimentão é um ótimo acompanhamento para vários pratos e sanduíches, mas também se destaca por suas inúmeras propriedades benéficas para a saúde.

» Leia mais

 
Manga: conheça 6 benefícios da fruta

Os benefícios da manga para a saúde são inúmeros devido a sua alta quantidade de nutrientes.

» Leia mais

 
 
 
Localização Avenida Getúlio Vargas, 854 e 844 – Ed. Meddi e Ed. Medical Service – 5º andar. 
Telefones: (75) 3603-5800 - E-mail: orientacaoidad@gmail.com
Tacitus Tecnologia
Todos os direitos reservados © 2018 - IDAD
Home      Histórico      Missão      Infraestrutura      Serviços      Especialidades      Preparos      Equipe      Convênios      Parcerias      Curriculum Vitae      Eventos      Fale Conosco
Equipe Preparos Eventos