Adicionar Favoritos
 
 
voltar
O que os adultos precisam saber sobre dengue nas crianças
28/11/2018

 A dengue é uma doença causada por um vírus, transmitido ao ser humano através da picada de mosquito. Existem quatro tipos diferentes de vírus da dengue (DEN1, DEN2, DEN3 e DEN4). Por conta disso, uma mesma pessoa pode ser infectada quatro vezes ao longo da vida. O mosquito transmissor do vírus da dengue é o Aedes aegypti, o mesmo que também pode transmitir chikungunya, zika e febre amarela.

Como posso saber se uma criança está com dengue?

Dengue é uma doença febril, como muitas outras que acometem frequentemente nas crianças. Além da febre, que costuma ser elevada e não persistir por mais de sete dias, elas podem apresentar dor de cabeça, principalmente “atrás dos olhos”, dores no corpo, sensação de moleza, diarreia, vômitos e surgimento de manchas avermelhadas na pele (geralmente após o terceiro dia do início da febre). Nos bebês, que ainda não sabem se expressar com palavras, a suspeita de dengue é mais difícil. Nesses casos, chama atenção quadros de febre elevada e persistente, prostração ou irritabilidade intensa, com choro fácil, como se estivesse sentindo dor, e ainda recusa da alimentação, diarreia e vômitos.

Como confirmar se o caso é mesmo dengue?

Se uma criança apresentar sintomas de dengue, o médico solicitará alguns exames de sangue. Nessa etapa da investigação, com os resultados ele consegue fazer o diagnóstico exame, diferenciando a dengue de outras doenças que causam febre. Os tipos de exames mais comuns são o hemograma e os sorológicos para confirmação da doença.

Como saber se, caso a criança esteja com dengue, se é uma forma grave da doença?

É preciso ficar atento para alguns sinais de alarme, que ajudam a identificar os casos mais graves. Devem procurar assistência médica imediata as crianças com suspeita de dengue que apresentem dor abdominal forte e persistente, vômitos recorrentes, sangramentos, tontura ou desmaio, respiração rápida.

É verdade que quem já teve dengue uma vez tem maior risco de apresentar formas graves da doença?

Sim. Num segundo episódio de dengue o risco de evoluir para uma forma mais grave da doença é maior. No entanto, isso pode ocorrer já no primeiro episódio. Como são quatro tipos de vírus da dengue (DEN1, DEN2, DEN3 e DEN4), a pessoa pode ter a doença mais de uma vez ao longo da vida.

Fonte: Sociedade Brasileira de Pediatria - Pediatria para as famílias



 
Leia também:
 
 
 
 
Prezado cliente, com a finalidade de que haja um aperfeiçoamento contínuo de nossos serviços, garantindo assim a sua satisfação, colabore conosco preenchendo este questionário, pois a sua sugestão é muito importante para nós.

» Saiba mais

 
 
Pré-agendamento
 
9 dicas de alimentação para as festas de fim de ano

Este momento não é o ideal para se iniciar uma dieta, mas sempre é hora de começar uma reeducação alimentar.

» Leia mais

 
Sintomas de úlcera no estômago

O principal sintoma de úlcera no estômago é a dor na "boca do estômago", que se localiza cerca de 3 a 4 dedos acima do umbigo.

» Leia mais

 
 
 
Localização Avenida Getúlio Vargas, 854 e 844 – Ed. Meddi e Ed. Medical Service – 5º andar. 
Telefones: (75) 3603-5800 - E-mail: orientacaoidad@gmail.com
Tacitus Tecnologia
Todos os direitos reservados © 2018 - IDAD
Home      Histórico      Missão      Infraestrutura      Serviços      Especialidades      Preparos      Equipe      Convênios      Parcerias      Curriculum Vitae      Eventos      Fale Conosco
Equipe Preparos Eventos